Empresa vitivinícola do grupo português Nabeiro pretende crescer no Brasil e em Angola

28 October 2012

A Adega Mayor, empresa do grupo português Nabeiro para o sector vitivinícola, vai investir fortemente nos mercados do Brasil e de Angola para aumentar as exportações no decurso dos próximos anos, disse a administradora Rita Nabeiro.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, a administradora disse que, enquanto no Brasil vai ser montada em São Paulo uma estrutura directa de distribuição de vinhos até 2013, em Angola, principal mercado actual de exportação, “iremos acompanhar a expansão da Angonabeiro, promotora dos cafés Ginga e Delta e crescer mais no negócio do vinho.”

Em São Paulo, a estrutura local da Adega Mayor irá apoiar a distribuição no retalho (supermercados e hipermercados) e no canal Horeca (restauração e cafés).

Em Angola, para onde a Adega Mayor já exporta e o grupo Nabeiro está fisicamente presente há uma década, com uma centena de colaboradores, a estratégia passa por reforçar a presença no retalho devido ao “elevado potencial de negócio”.

A Adega Mayor alcançou um volume de negócios de 2 milhões de euros em 2011, dos quais 20% oriundos das vendas fora de Portugal, estando previsto que essa percentagem aumente para 50% em 2015.

A empresa na Europa exporta para a Espanha, França, Luxemburgo, Bélgica, Alemanha e Suíça, mas está igualmente no mercado asiático, nomeadamente com a venda de vinhos para Macau e Hong Kong. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH