Iniciativa para a Transparência das Indústrias Extractivas aceita candidatura de São Tomé e Príncipe

30 October 2012

A apresentação de uma candidatura de São Tomé e Príncipe para aderir à Iniciativa para a Transparência das Indústrias Extractivas (ITIE) foi aceite pela administração da organização, que na semana passada esteve reunida em Lusaka, Zâmbia, informou a organização.

Em comunicado divulgado na sua página electrónica (http://eiti.org), a ITIE recomenda que São Tomé e Príncipe apresente até Abril de 2014 o seu primeiro relatório e um ano mais tarde o relatório de validação que deverá permite que o arquipélago ascenda à categoria de país cumpridor.

Na Zona de Desenvolvimento Conjunto (ZDC) Nigéria-São Tomé e Príncipe há actividade de prospecção de petróleo em seis blocos desde 2004 sendo algumas das empresas a Total, Anadarko Petroleum, Addax e Sinopec.

Na Zona Económica Exclusiva (ZEE) sete blocos foram a leilão, dos quais apenas o número 3 foi adjudicado à companhia Oranto, se bem que a Equator Exploration e a ERHC tenham beneficiado do direito de preferência e ficado com dois blocos cada uma.

De acordo com a Iniciativa para a Transparência das Indústrias Extractivas, São Tomé e Príncipe já recebeu 81,8 milhões de dólares em bónus de assinatura não havendo ainda exploração do petróleo nem na ZDC nem na ZEE. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH