Investimentos eléctricos no Brasil de consórcio sino-brasileiro em análise em Xangai

30 October 2012

Os projectos para a construção de linhas de transporte de energia eléctrica a partir de 2013 pela Companhia Paranaense de Energia (Copel) em consórcio com a State Grid Corp da China foram terça-feira analisados numa reunião realizada em Xangai, informou a imprensa do estado do Paraná.

Presente na reunião, o governador do estado, Beto Richa, salientou que a associação entre as duas empresas é importante “atendendo a que a State Grid Corp é a maior empresa mundial em transporte de energia e que a sua ligação à Copel reforça a qualidade da empresa paranaense.”

Em Março passado, a Copel e a China State Grid arremataram em leilão da Agência Nacional de Energia Eléctrica (Aneel) do Brasil duas concessões para construir e operar 1605 quilómetros de linhas de transporte e quatro novas subestações.

O investimento está estimado em 2,7 mil milhões de reais (1327 milhões de dólares) sendo o maior empreendimento de transporte de energia da história da Copel.

Para executar os projectos, foram criadas duas empresas – a Matrinchã Transmissora de Energia e a Guaraciaba Transmissora de Energia, cada uma responsável por um lote específico de obras, sendo em ambos os casos a participação da Copel de 49% e da State Grid de 51%.

A Copel – Companhia Paranaense de Energia, maior empresa do Estado, foi criada em Outubro de 1954, abriu o seu capital em Abril de 1994 e tornou-se em Julho de 1997 na primeira do sector eléctrico brasileiro cotada na Bolsa de Valores de Nova Iorque.

A State Grid Corp da China foi criada em Dezembro de 2002 como uma empresa estatal que tem por missão fornecer energia eléctrica numa base económica e sustentável. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH