Anadarko prevê produção anual de 50 milhões de toneladas de gás na bacia do Rovuma, em Moçambique

4 November 2012

A multinacional Anadarko Petroleum Corporation, com sede no Texas, Estados Unidos, prevê uma produção anual de cerca de 50 milhões de toneladas de Gás Natural Liquefeito (GNL) extraído da sua concessão na Bacia do Rovuma, na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique, segundo o porta-voz da empresa em declarações à Agencia de Informação de Moçambique (AIM).

o porta-voz da Anadarko, John Christiansen, disse à AIM que tendo em conta todos os recursos descobertos na Área 1 da Bacia do Rovuma “estamos próximos dos 100 triliões de pés cúbicos de gás natural, com um volume recuperável entre 35 a 65 triliões de pés cúbicos”.

A companhia está a concentrar o seu desenvolvimento inicial na construção de duas unidades de liquefacção de gás natural, cada uma com uma capacidade para processar cinco milhões de GNL, destinado para os mercados de exportação.

Christiansen disse ainda que existem reservas suficientes que justificam a instalação de 10 unidades de liquefacção, correspondente a uma produção anual de 50 milhões de toneladas de GNL nos próximos anos.

Numa primeira fase, a Anadarko e seus parceiros tencionam investir cerca de 15 mil milhões de dólares em Moçambique, para desenvolvimento do projecto e instalação de unidades de liquefacção de gás natural cuja produção deverá iniciar-se em 2018.

A Anadarko, operadora da Área 1 da Bacia do Rovuma, lidera um consórcio com 36,5 por cento das acções. Os seus parceiros no consórcio incluem a Mitsui do Japão (20 por cento), BPRL Ventures e Videocon (ambas da Índia com 10 por cento cada uma), a companhia estatal tailandesa PTTEP (8,5 por cento) e a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) com 15 por cento das acções.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH