Grupo financeiro estatal português CGD vendeu negócio da saúde ao grupo brasileiro Amil

19 November 2012

A venda dos Hospitais Privados de Portugal (HPP) ao grupo brasileiro Amil Assistência Médica Internacional, formalmente anunciada segunda-feira em Lisboa, vai render ao grupo financeiro estatal português Caixa Geral de Depósitos (CGD) um mínimo de 85,6 milhões de euros.

Em comunicado, o grupo CGD informou que poderá vir a receber um adicional de seis milhões de euros “caso sejam atingidos determinados objectivos”, que não foram especificados.

A concretização do negócio, que está apenas dependente das autorizações das autoridades competentes, é o primeiro passo no processo de privatização da Caixa Seguros e Saúde, imposto ao abrigo do programa de assistência financeira a Portugal.

A venda dos HPP vai permitir à Amil passar a controlar diversas unidades hospitalares, como os hospitais dos Lusíadas (Lisboa) e de Albufeira, além do Hospital de Cascais, que é gerido em regime de parceria público-privada (PPP), mas não os imóveis em que estão instalados, que continuam a pertencer à CGD.

O grupo comprador, que entretanto foi adquirido pelo norte-americano UnitedHealth, “é a maior empresa de saúde no Brasil, com mais de cinco milhões de clientes e uma rede própria com 22 unidades hospitalares em operação e outras duas em construção”.

Ainda no âmbito da privatizado de algumas unidades de negócio do grupo CGD, a venda da actividade seguradora, que inicialmente devia ser concretizada até Dezembro, foi adiada para o próximo ano, tendo que ocorrer até ao final do primeiro semestre de 2013. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH