Grupo italiano GVM estuda construção de fábrica de elevadores em Moçambique

19 November 2012

O grupo italiano GVM está a estudar a construção de uma fábrica de elevadores em Moçambique, disse Jorge Leitão, representante do grupo em Portugal, citado pelo jornal moçambicano Correio da Manhã.

Jorge Leitão adiantou estar em curso um estudo de viabilidade económica e acrescentou estarem a ser estabelecidos contactos no sentido de identificar empresas moçambicanas de metalomecânica para o fabrico de diversos equipamentos destinados à montagem de elevadores no país.

Uma parte do material para construção de elevadores deverá ser importada da Itália, disse ainda Leitão, que acrescentou que o plano de trabalho do grupo inclui a realização de acções de formação de quadros moçambicanos.

O grupo produz, em média anual, cerca de 750 mil unidades de elevadores em diferentes fábricas espalhadas pela China, Alemanha, Portugal, Polónia e Índia devendo a eventual fábrica em Moçambique produzir inicialmente 50 elevadores por ano, número que poderá ser duplicado caso o sector imobiliário o justifique.

O Correio da Manhã acrescenta que a empresa portuguesa Liftech anunciou recentemente interesse em construir uma fábrica de elevadores no Parque Industrial da Matola, província de Maputo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH