Censo da população e habitação em Angola adiado para 2014

20 November 2012

A realização do primeiro recenseamento da população e habitação de Angola após a independência foi adiado por um ano para 2014 por decisão da maioria dos deputados da Assembleia Nacional, de acordo com a agência noticiosa angolana Angop.

A fundamentação para o adiamento foi dada pelo ministro do Planeamento e do Desenvolvimento Territorial, Job Graça, que informou que a realização das eleições gerais, em Agosto passado, impediu a impossibilidade de efectuar o censo piloto.

De acordo com o ministro, “antes da realização do censo geral deve-se proceder a um censo piloto, com uma antecedência mínima de oito meses, a contar do momento censitário.”

O Instituto Nacional de Estatística de Angola propôs já as zero horas de 16 de Maio de 2014 como momento censitário, cabendo agora ao Presidente da República a marcação da nova data.

Na passada semana, o director-geral do Instituto Nacional de Estatística, Camilo Ceita, disse que o futuro recenseamento da população deverá registar cerca de 21 milhões de habitantes em Angola. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH