Grupo sul-africano Grindrod vai expandir capacidade do terminal de carvão da Matola, Moçambique

22 November 2012

O grupo sul-africano Grindrod vai expandir a capacidade do terminal de carvão da Matola, em Moçambique, para 7,3 milhões de toneladas até Março de 2013, após o que dará início a um projecto de expansão para 20 milhões de toneladas, disse um responsável da Grindrod Terminals.

O terminal em funcionamento tem uma capacidade de 6 milhões de toneladas, parte do qual é utilizado para movimentar magnetite, adiantou Sean Rowan, que mencionou a importância crescente deste terminal face ao congestionamento das linhas de caminho-de-ferro que ligam terminais do género na África do Sul.

O novo terminal para 20 milhões de toneladas será construído de raiz, em duas fases em 2016 e 2018, posto o que o actual será utilizado unicamente para movimentar magnetite ou minério de ferro.

Em declarações à agência financeira Reuters, Sean Rowan disse que a decisão final relativamente ao novo terminal será tomada pela administração do grupo até Março de 2013.

Rowan disse também que o grupo está a negociar com a estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique e com o grupo sul-africano Transnet a expansão das linhas de caminho-de-ferro em paralelo com o novo terminal e com este último grupo para que reduza o preçário no que se refere ao transporte de carvão até à Matola. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH