Governo de Angola aposta no relançamento do transporte marítimo

25 November 2012

O governo angolano tem apostado no relançamento do transporte marítimo através da Secil Marítima enquanto empresa pública e companhia de bandeira, afirmou domingo em Luanda na ExpoTrans, Victor Alexandre, director-geral do Instituto Marítimo Portuário de Angola.

De acordo com Victor Alexandre, para além da Secil Marítima, empresa que centra a sua actividade no transporte marítimo de cargas e no agenciamento de navios, o relançamento do sector vai igualmente contar com outras empresas que irão surgir no âmbito do transporte marítimo de passageiros e mercadorias, assim como nos serviços de cabotagem.

Segundo aquele responsável, estão em curso estudos e intervenções nos portos angolanos que permitirão aumentar capacidade e melhorar consideravelmente os níveis operacionais, como o aumento dos parques de contentores nos portos do Lobito, Namibe e Soyo.

O director-geral do Instituto Marítimo Portuário de Angola considerou fundamental a construção do porto da Barra do Dande, na província do Bengo, para a redução do nível de congestionamento verificado no porto de Luanda.

“Este futuro porto beneficia da sua posição próxima do principal mercado de consumo nacional e das ligações que a rede integrada de transportes lhe irá proporcionar para o resto do país e para os países do interior do continente”, disse ainda Victor Alexandre.

A 2ª edição da Expotrans – Feira dos Transportes e Logística de Angola decorreu de quinta-feira a domingo, em Luanda, com a participação de empresas de Angola e de países como a África do Sul, Alemanha, Brasil, Espanha, Portugal, China e Zimbabué. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH