Mau tempo contribuiu para diminuição das capturas de camarão em Moçambique

28 November 2012

A pesca industrial de camarão registou até Setembro passado uma queda abrupta comparativamente a 2011 devido à ocorrência de três ciclones no início do ano, afirmou o vice-ministro das Pescas, citado pela agência noticiosa moçambicana AIM.

Em declarações à agência, o vice-ministro Gabriel Muthisse disse que até Setembro passado a frota industrial de congelação capturou 2087 toneladas de camarão, a frota semi-industrial a gelo 395 toneladas e a pesca artesanal 2331 toneladas.

“No ano passado, a frota industrial de congelação capturou 4203 toneladas tendo sido o único sub-sector com um desempenho negativo em termos comparativos”, salientou o vice-ministro.

As capturas terão sido condicionadas em parte pelos efeitos dos ciclones Dando, Funso e Irina registados em Fevereiro passado no início da campanha de capturas.

Relativamente à pesca de atum, que é uma actividade dominada por embarcações estrangeiras e ocorrendo fora das 12 milhas, Gabriel Muthisse disse que, embora algumas das embarcações tenham estado a demandar os portos moçambicanos para efeitos de inspecção, a contribuição para a economia do país consiste na emissão de licenças e rende cerca de 1,3 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH