Novo terminal de carvão do porto da Beira, Moçambique, operacional a partir de 2015

2 December 2012

O novo terminal de carvão da Beira, que beneficiou de obras de recuperação temporária entre 2010 e finais de 2011, deverá estar operacional a partir de 2015, disse o presidente da empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) em declarações à revista moçambicana Xitimela.

As obras de recuperação temporária ficaram concluídas em finais de Agosto de 2011 tendo um dos componentes sido uma dragagem de emergência, em que foram despendidos 43 milhões de dólares, que permitiu que o porto pudesse passar a receber 24 horas por dia navios até 60 mil toneladas brutas de arqueação (DWT), quando anteriormente recebia navios com capacidade inferior a 30 mil DWT.

Ainda de acordo com o presidente da estatal CFM, a conclusão da reconstrução da linha de caminho-de-ferro do Sena vai permitir “o aumento do volume anual de cargas a processar no porto da Beira, até 20 milhões de toneladas por ano, principalmente com a exportação do carvão de Moatize”.

As empresas mineiras Vale Moçambique e Riversdale Mining, mais tarde adquirida pelo grupo Rio Tinto, assinaram em 2010 um memorando de entendimento com a CFM, a fim de recuperar temporariamente o terminal existente no porto da Beira para o embarque do carvão de Moatize.

As duas empresas foram dotadas de capacidade de processamento e embarque de carvão de cinco milhões de toneladas por ano, tendo a Vale Moçambique passado a deter a maior parte da capacidade útil do terminal, 68% e a Riversdale Mining a ficar com os restantes 32%. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH