Moçambique precisa de fazer levantamento exaustivo dos recursos minerais

5 December 2012

O conhecimento exaustivo dos recursos minerais existentes em Moçambique e na região no geral continua a ser um grande desafio ainda por materializar, disse terça-feira em Maputo o vice-presidente do Banco Mundial Otaviano Canuto.

Canuto, que naquele organismo mundial é responsável pela rede de gestão económica e redução da pobreza, disse ainda que os países africanos deviam unir esforços para o levantamento geológico do continente a fim de aprofundar o conhecimento sobre os recursos existentes e, consequentemente, melhor a sua gestão.

Citado pelo matutino Notícias, de Maputo, Canuto garantiu que o grupo Banco Mundial está disponível para dar o apoio necessário para a materialização deste objectivo que na sua opinião, pode impulsionar o desenvolvimento do continente.

“Os países africanos, incluindo Moçambique, devem fazer uma avaliação das riquezas existentes no subsolo e incorporai-las nos seus sistemas de contabilidade”, indicou Canuto, para quem “se um Estado não tem capacidade para conhecer os recursos existentes, não pode esperar que sejam as empresa privadas a ajudá-lo.”

Reafirmando que o Banco Mundial olha com optimismo o futuro de Moçambique, Canuto indicou, igualmente, ser importante que os ganhos gerados pela exploração dos recursos naturais sejam transformados em activos estratégicos para o país.

Otaviano Canuto chegou segunda-feira a Maputo, de onde parte hoje, tendo-se, além de orientado uma palestra destinada a académicos e sociedade civil, reunido com membros do governo e com representantes de países que prestam apoio financeiro a Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH