Moçambique passa a controlar Banco Nacional de Investimento

10 December 2012

O Estado moçambicano assumiu o controlo da totalidade do capital social de 70 milhões de dólares do Banco Nacional de Investimento (BNI), uma instituição de fomento criada em 2010 pelos governos de Portugal e de Moçambique, nos termos de um acordo segunda-feira assinado em Maputo.

Para o efeito, o Estado moçambicano comprou por uma soma não divulgada as acções representativas do capital social da instituição detidas até à data pelo grupo financeiro estatal português Caixa Geral de Depósitos (CGD) e pelo Banco Comercial de Investimentos (BCI).

Até segunda-feira, o Estado moçambicano detinha 49,5% do capital do banco através da Direcção Nacional do Tesouro, ficando a CGD com outros 49,5%, pertencendo o restante 1% pertencia ao Banco Comercial e de Investimento (BCI), instituição financeira moçambicana em que a CGD detém a maioria do capital e tem como parceiros os grupos português Banco BPI e moçambicano Insitec.

O BNI, que iniciou a sua actividade em 2011, devia vir a assumir um papel central em dois projectos importantes em Moçambique – a linha de transporte de energia eléctrica Centro-Sul e a central norte do aproveitamento hidroeléctrico de Cahora Bassa.

De acordo com a agência noticiosa portuguesa Lusa, a instituição registou um lucro de 25 milhões de meticais (845 mil dólares) no primeiro semestre de 2012. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH