Privatização da transportadora TAP – Air Portugal com um único candidato

10 December 2012

O empresário colombiano Gérman Efromovich apresentou a única proposta à compra da transportadora aérea estatal TAP – Air Portugal nos termos da qual se propõe investir na empresa 4 mil milhões de euros nos próximos cinco anos, noticiou a imprensa portuguesa.

Ainda de acordo com os jornais portugueses, a proposta do empresário, proprietário da transportadora aérea colombiana Avianca, assume a assunção do passivo da TAP, estimado em 1,2 mil milhões de euros, a reposição do capital social e a entrega de um cheque de 20 milhões de euros ao Estado português.

O montante de investimento incluído na proposta apresentada destina-se à renovação da frota da companhia aérea que, em 2015, começará a receber os novos A350 já encomendados à Airbus.

Em declarações ao Jornal de Negócios, o empresário colombiano disse que o grande problema da TAP – Air Portugal “são os vários milhares de milhões de euros para renovar a frota que não foram investidos nos últimos dez anos.”

Entretanto, o consórcio EAMA, liderado pela Corporación America e que integra a Sonae Sierra, do grupo português Sonae, anunciou segunda-feira que “tem fechada a sua proposta sobre a ANA – Aeroportos de Portugal” e que a oferta é “técnica e financeiramente competitiva”.

Além do EAMA estão na corrida pela ANA os consórcios Vinci, Fraport/IFM e CCR/GIP/Zurique, devendo a venda ficar fechada este ano e render mais de 2,5 mil milhões de euros. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH