Polvo capturado em Moçambique está a ser ilegalmente exportado para a Europa

11 December 2012

Grandes quantidades de polvo capturado em Moçambique estão a ser exportadas ilegalmente para a Europa através da Tanzânia a partir do distrito setentrional de Palma, província de Cabo Delgado, disse o director provincial das Pescas, Carvalho Mussa.

Em declarações ao diário Notícias, de Maputo, Mussa disse ainda que a exportação de polvo, de acordo com Mussa, está a acontecer sem o conhecimento das autoridades provinciais, uma acção que se crê seja protagonizada por armadores tanzanianos que entram nas águas territoriais moçambicanas para pescar, no que contam com a alegada conivência de cidadãos moçambicanos.

“Temos conhecimento que isso está a acontecer no distrito de Palma e, por isso, enviámos uma equipa composta por técnicos da administração pesqueira”, disse aquele membro do governo provincial de Cabo Delgado.

De acordo com Carvalho Mussa, o polvo capturado naquele distrito moçambicano é depois contrabandeado para a Tanzânia, onde aparentemente recebe a designação de origem daquele país vizinho.

O director provincial das Pescas referiu a fraca fiscalização existente naquela zona fronteiriça, o que permite a captura ilegal de grandes quantidades do molusco nas águas oceânicas de Palma, “agora não por pescadores artesanais mas sim por pescadores industriais.” (macauhub)

MACAUHUB FRENCH