Cabo submarino Angola-Brasil vai ligar América do Sul a África e à Ásia

16 December 2012

A operadora de telecomunicações Angola Cable procedeu sexta-feira em Luanda à cerimónia de lançamento do cabo submarino Angola-Brasil (SACS) e à inauguração do centro africano de telecomunicações Angonap, de acordo com o estatal Jornal de Angola.

O cabo submarino, em fibra óptica, vai ligar Fortaleza, no estado do Ceará à capital de Angola, Luanda, e vai servir para a transmissão de dados entre América Latina, África e Ásia, sendo que a ligação entre as três regiões é actualmente feita por cabos submarinos que passam pelos Estados Unidos da América e pela Europa.

A Angola Cable, criada em 2009 pelos cinco principais operadores angolanos de telecomunicações, é uma empresa vocacionada para vendas por grosso, sendo objectivo subjacente à sua criação transformar Angola na principal plataforma de telecomunicações em África.

A Angola Cable tem vindo a estabelecer parcerias com empresas e sistemas de cabos submarinos para se tornar num operador com capacidade de expandir a sua rede de comunicações mundial, através de infra-estrutura própria ou alugada aos operadores internacionais.

Associada a este negócio encontra-se do lado brasileiro a Telebras que pretende, além de uma melhoria das ligações, reduzir em cerca de 80% os custos de saída das telecomunicações Brasil e dos demais países da América do Sul para a Ásia e a África. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH