China vai financiar aquisição de barco patrulha por Cabo Verde

16 December 2012

A aquisição por Cabo Verde de mais um navio patrulha para fiscalizar as águas territoriais do arquipélago vai ter um financiamento de 5 milhões de dólares a ser concedido pelo governo da China, informou a agência noticiosa pan-africana Panapress.

Sem informar se se trata de uma doação ou da concessão de um empréstimo, a agência acrescentou que a verba inscreve-se no âmbito do Acordo Geral de Cooperação bilateral assinado 1997 e que permite a Cabo Verde beneficiar, de dois em dois anos, de financiamentos para a aquisição de materiais e equipamentos militares.

O novo navio patrulha irá juntar-se ao “Guardião”, adquirido por Cabo Verde na Holanda, em Janeiro passado, no âmbito dos esforços que o governo cabo-verdiano tem estado a efectuar a fim de reforçar as operações da guarda costeira na Zona Económica Exclusiva (ZEE), incluindo operações de busca e salvamento, fiscalização, combate ao tráfico ilícito e pesca ilegal.

Devido à falta de capacidade interna para dar a resposta mais adequada à fiscalização da sua extensa ZEE, Cabo Verde tem vindo a recorrer à cooperação de seis países atlânticos, nomeadamente Portugal, Brasil, Estados Unidos, Espanha, Itália e Reino Unido, que enviam periodicamente meios aéreos e navais para participar na realização de exercícios conjuntos de patrulha e segurança na águas marítimas sob a jurisdição do arquipélago.

A segurança naval privada é outro pilar no conjunto de preocupações do Governo cabo-verdiano que assinou, semana passada, um protocolo com uma empresa privada britânica especializada que irá apoiar as autoridades locais na fiscalização do tráfego de armas nas águas territoriais cabo-verdianas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH