G-8 apoia desenvolvimento da agricultura em Moçambique

6 January 2013

O governo de Moçambique e o G-8 assinaram um acordo visando a melhoria do ambiente de investimento privado na agricultura e aumentar a produtividade agrícola, informou o jornal moçambicano Correio da Manhã.

Nos termos do acordo, a Rússia, Estados Unidos da América, Japão, Reino Unido, França, Itália, Canadá e Alemanha comprometeram-se a conjugar o financiamento a Moçambique a ser concedido ao abrigo do Programa Global para o Desenvolvimento Agrícola em África (CAADP).

Pretende-se com este programa assegurar o crescimento agrícola, segurança alimentar e o desenvolvimento rural em África e, no caso concreto, em Moçambique.

Um dos objectivos específicos do programa é o de alcançar um crescimento anual médio de 6% no sector agrícola, através do desenvolvimento de acções de estímulo a iniciativas destinadas à eliminação da fome e redução da pobreza e a insegurança alimentar.

Outros objectivos específicos do programa são alcançar o estado de segurança alimentar até 2015, desenvolver mercados agrícolas regionais e sub-regionais dinâmicos, integrar agricultores na economia de mercado e alcançar uma distribuição de riqueza de forma mais equitativa.

Para a execução deste programa, o governo de Moçambique criou o Plano Estratégico de Desenvolvimento do Sector Agrário (PEDSA) para aumentar a produção e produtividade agrícola.

O plano irá contribuir para garantir a segurança alimentar e está avaliado em cerca de 120 mil milhões de meticais (4 mil milhões de dólares) a serem investidos em acções de investigação agrária, produção e acesso aos mercados, segundo António Limbau, vice-ministro da Agricultura.

MACAUHUB FRENCH