Bancos centrais do Brasil e da China vão assinar acordo de “swap” em moedas locais

7 January 2013

Os presidentes do Banco Central do Brasil, Alexandre Tombini, e da China, Zhou Xiaochuan, acertaram domingo em Basileia os pormenores para a criação de uma linha de crédito em moeda local no valor equivalente a 30 mil milhões de dólares, informou a agência brasileira Estado.

O encontro ocorreu à margem da reunião bimestral de presidentes de bancos centrais do Banco de Compensações Internacionais (BIS) em Basileia, Suíça, indo o acordo ser assinado nas “próximas semanas”, mas ainda sem data e local definidos.

Nessa ocasião, serão conhecidos os pormenores do acordo de “swap”, nomeadamente o prazo e a eventual taxa de juro a aplicar.

A decisão foi anunciada em Junho de 2012 pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, após o encontro da presidente Dilma Rousseff com o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, durante a Rio+20 no Rio de Janeiro.

O “swap” de moedas é uma linha de crédito em moeda local acertada entre dois países e que, em caso de necessidade, está disponível para ambos.

Quando assinado o acordo, o Brasil terá à disposição uma linha de crédito equivalente a 30 mil milhões de dólares em yuans – cerca de 185 mil milhões de yuans – e a China terá uma linha idêntica mas em reais – cerca de 61 mil milhões de reais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH