Grupo Anadarko Petroleum encomendou projecto para unidade de processamento de gás natural em Moçambique

8 January 2013

Um consórcio em partes iguais constituído pelos grupos Fluor Corp e JGC Corp foi contratado pela Anadarko Moçambique Area 1 Limitada para a elaboração do projecto de uma unidade de processamento de gás natural em Moçambique, foi terça-feira divulgado em Irving pelo grupo Fluor Corp.

A unidade ficará será construída na província de Cabo Delgado, 2000 quilómetros a norte da capital de Moçambique, Maputo, em cujo mar se localiza o bloco petrolífero em que a Anadarko Moçambique Area 1, subsidiária do grupo norte-americano Anadarko Petroleum, funciona como operador.

De acordo com o comunicado, o contrato estipula que a unidade de processamento disporá de quatro módulos, cada um capaz de processar 5 milhões de toneladas por ano de gás natural liquefeito ou 20 milhões de toneladas/ano, e contemplará a possível expansão para 50 milhões de toneladas de gás por ano.

O gás natural a ser processado nesta unidade terá origem tanto na Área 1, operada pela Anadarko Moçambique Area 1, bem como da Área 4, operada pelo grupo petroquímico italiano ENI.

O bloco Área 1 é operado pela Anadarko Moçambique Area 1, com uma participação de 36,5%, Mitsui E&P Mozambique Area 1, Ltd. (20%), a estatal moçambicana Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (15%), BPRL Ventures Mozambique B.V. (10%), Videocon Mozambique Rovuma Ltd. (10%), ambas da Índia e o grupo estatal da Tailândia PTT Exploration & Production (8,5%). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH