Grupo indiano Jindal Steel and Power pretende importar meio milhão de toneladas de carvão de Moçambique

27 January 2013

O grupo indiano Jindal Steel and Power Ltd (JSPL) pretende importar este ano 500 mil toneladas de carvão de coque extraído na concessão mineira que detém em Moçambique, disse ao jornal indiano Business Standard o director financeiro do grupo.

Sushil Maroo recordou que o carvão de coque é uma das principais matérias-primas para a produção de aço e salientou que o grupo vai este ano importar 1 milhão de toneladas de carvão de coque para ser consumido nas siderurgias do grupo.

O director financeiro disse que as operações internacionais representam 10% do volume de negócios do grupo, percentagem que deverá aumentar no futuro próximo e adiantou que o grupo pretende efectuar mais aquisições, nomeadamente em África, “tendo-nos sido apresentadas diversas propostas que estamos a analisar”.

A concessão mineira em Moçambique vai produzir carvão de coque e térmico e, nos termos de um acordo alcançado com o Ministério da Energia moçambicano, o grupo pondera construir uma central térmica para produzir 2640 megawatts de energia eléctrica, cujo estudo de viabilidade económica está a ser efectuado. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH