Projecto PSVM em Angola começou a produzir petróleo

31 January 2013

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) e a BP Exploration (Angola) Limited (Bloco 31) anunciaram quinta-feira em Luanda o início da produção do projecto “PSVM” (Plutão, Saturno, Vénus e Marte) de águas ultra-profundas do Bloco 31 do mar angolano.

A produção nesta fase inicial é proveniente de três poços do campo Plutão, prevendo-se atingir um nível de produção de 70 mil barris de petróleo por dia.

“O projecto PSVM atingirá uma produção máxima de 150 mil barris de petróleo por dia, com a entrada em produção dos campos remanescentes – Saturno e Vénus em 2013 e Marte em 2014”, lê-se no comunicado da petrolífera divulgado em Luanda.

A produção do “PSVM”, refere ainda a nota, é feita através da Unidade Flutuante de Armazenamento e Descarga – FPSO PSVM convertido, com uma capacidade de armazenamento de 1,6 milhões de barris de petróleo, o primeiro a operar em águas ultra-profundas em Angola.

A BP Exploration (Angola) Limited (Bloco 31) é o operador da concessão do Bloco 31 com 26,67% e tem como parceiros a Sonangol (25%), a Sonangol P&P (20%), a Statoil Angola A.S. (13,33%), a Marathon Petroleum Angola Block 31 Limited (10%) e a Sonangol Sinopec Internacional Block 31 Limited (5%). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH