Angola terá a curto prazo recursos naturais cartografados

5 February 2013

Angola disporá dentro de três a quatro anos da cartografia completa de todos os recursos mineiros existentes no território nacional, afirmou terça-feira, na Cidade do Cabo, África do Sul, o ministro da Geologia e Minas, Francisco Queiroz.

No final do encontro que manteve com o ministro da Economia e da Indústria do Japão, Isshu Sugawara e com representantes da empresa norte-americana LKI, o ministro adiantou que a partir desse momento será a altura para procurar atrair investidores tanto do Japão como de outros países.

De acordo com a agência noticiosa angolana Angop, Francisco Queiroz referiu que países como a Austrália, o Canadá e a África do Sul fizeram mais ou mesmo o mesmo trabalho, isto é, começaram primeiro por identificar os recursos, depois as reservas e posteriormente atraíram investimentos para os respectivos países.

“Nós estamos mais ou menos no mesmo caminho, mas numa perspectiva mais abrangente e um pouco mais sistemática”, disse o ministro, no final do encontro realizado à margem da 19ª Conferência Internacional de Minas (Mining Indaba), a decorrer naquela cidade da África do Sul de 4 a 7 de Fevereiro.

“Contamos que até 2014 possamos ter condições para a entrada de novos operadores comerciais no mercado”, referiu o ministro, acrescentando que a instituição que dirige está a trabalhar na actualização do novo modelo de comercialização de minerais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH