Porto da Beira, em Moçambique, volta a ter navegação nocturna

25 February 2013

A circulação de navios no período nocturno voltou a ser possível no porto da Beira, centro de Moçambique, passados 20 anos, com a conclusão da dragagem de emergência do canal de acesso, informou o director executivo da estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique-Centro.

Cândido Jone adiantou que o acesso ainda decorre de forma condicionada devido à falta de sinalização nocturna, situação que deverá ser ultrapassada no segundo semestre do ano com a instalação de bóias para iluminação e a chegada de uma draga em fase final de construção na Lituânia.

Citado pelo matutino Notícias, de Maputo, aquele responsável salientou que os navios que fazem o transbordo de carvão mineral para navios de maior calado no mar alto e que até à data estavam dependentes das marés já conseguem atracar no porto, se bem que apenas até às 21 horas.

Para obviar este constrangimento, o Banco Europeu de Investimento já autorizou a Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique a utilizar os 15 milhões de euros remanescentes da dragagem de emergência realizada em 2011 para a compra de bóias para iluminação, aquisição de instrumentos de navegação marítima e a reparação do terminal dos rebocadores.

Com a instalação da sinalização nocturna e a chegada da draga, que irá garantir uma cota de pelo menos oito metros de profundidade no canal de acesso, os navios até 60 mil toneladas de arqueação bruta poderão utilizar o porto da Beira durante 24 horas.

O porto da Beira é actualmente o principal porto utilizado pelas empresas mineiras que extraem carvão mineral na província de Tete para a exportação do produto. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH