Subsidiária de grupo chinês em Moçambique vai desenvolver sistemas logísticos

27 February 2013

Um projecto da empresa Sun Line Mozambique para a Zona Económica de Manga Mungassa, na cidade da Beira, foi aprovado pelo Gabinete das Zonas Económicas de Desenvolvimento Acelerado (Gazeda), informou a imprensa moçambicana.

O projecto da Sun Line Mozambique, subsidiária do grupo chinês Sun Line International Logistics, visa o desenvolvimento de sistemas logísticos para o transporte de cobre e outros minerais, estando o investimento inicial estimado em 1 milhão de dólares.

Este é o segundo projecto a ser aprovado pelo Gazeda na Zona Económica Especial de Manga Mungassa, cuja gestão está a cargo da empresa chinesa Dingsheng International Investment, com sede em Hong Kong, que anunciou investimentos de 500 milhões de dólares no desenvolvimento da zona.

O grupo Sun Line International Logistics foi fundado em 2001, com sede em Pequim, dispondo actualmente de sucursais em Xangai e Tianjin, uma parceria na Zâmbia, uma subsidiária em Moçambique e escritórios de representação em Durban, África do Sul, Dar es Salaam, Tanzânia, Myanmar, Rússia e alguns países asiáticos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH