Ministério dos Transportes de Angola exige contas atempadas às empresas públicas do sector

6 March 2013

As empresas públicas tuteladas pelo Ministério dos Transportes de Angola terão de apresentar todas as contas actualizadas, credíveis e auditadas até 2014, nos termos de uma decisão saída de um seminário realizado em Luanda, informou a agência noticiosa angolana Angop.

A decisão consta do comunicado final saído do encontro promovido pelo Ministério dos Transportes e resulta da actual situação de atrasos consideráveis no encerramento do exercício de 2012, além de uma evidente fragilidade na qualidade das contas apresentadas pelas empresas do sector dos transportes.

De acordo com o comunicado, o ministério definiu 2014 como o ano de “tolerância zero” para que para que todas as empresas apresentem suas contas em condições normais, tendo ficado ainda decidido que as empresas estatais do sector terão de introduzir sistemas integrados de gestão que possam interagir futuramente com o sistema de acompanhamento da tutela.

Ficou ainda decidido que o Ministério dos Transportes trabalhe com os Ministérios das Finanças e da Economia no sentido de ser definido todo o conjunto de regras e procedimentos indispensáveis ao correcto processamento e registo dos bens públicos e dos restantes bens que integram o património das empresas públicas do sector.

A fim de tornar as empresas públicas do sector dos transportes um modelo de organização financeira, as respectivas administrações terão de apresentar até dia 31 de Março corrente um programa de actualização contabilística e aplicar ainda este ano o sistema de controlo de gestão e propor acções tais como a contratação de especialistas em contabilidade, formação adicional dos técnicos das empresas públicas reforçando as acções formativas em gestão e controlo financeiro e avaliação da equipa de auditores externos com base nos critérios de independência, rigor e custo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH