Gás natural de Moçambique a ser debatido em conferência internacional em Maputo

11 March 2013

Moçambique e o gás natural estão desde hoje em debate em Maputo no decurso de uma conferência internacional que terá a presença de membros do governo, de representantes de organizações internacionais e de empresas que operam no sector, noticiou a imprensa moçambicana.

Em apenas sete anos as reservas estimadas de gás natural em Moçambique passaram de 5 biliões de pés cúbicos para mais de 170 biliões de pés cúbicos, com os números a serem catapultados pelas descobertas anunciadas na bacia do Rovuma pelas multinacionais Anadarko Petroleum dos Estados Unidos e ENI de Itália.

Nesta conferência, que será aberta pelo primeiro-ministro Alberto Vaquina, serão discutidos temas como planos, oportunidades e expectativas para o gás de Moçambique, impacto local e global das descobertas e investimentos recentes, desenvolvimento integrado do gás para uma exportação e utilização regional equilibrada e exploração futura e licenciamento.

De acordo com a imprensa do país, o governo de Moçambique deverá aprovar ainda este ano um documento de estratégia para o sector de gás, cuja elaboração e discussão se encontra em fase avançada, tendo decorrido em Fevereiro passado o debate da versão preliminar.

Uma vez aprovado o documento, Moçambique disporá de uma estratégia orientadora das suas acções, sobretudo no que diz respeito aos contratos que agora estão em discussão e à política de preços a aplicar. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH