Grupo sul-africano Sasol interessado no gás natural de Moçambique

11 March 2013

O grupo petroquímico sul-africano Sasol poderá comprar as participações à venda nos blocos de prospecção petrolífera na bacia do Rovuma, norte de Moçambique, desde que o preço seja interessante, afirmou segunda-feira o presidente do grupo.

Os grupos norte-americano Anadarko Petroleum e indiano Videocon Industries anunciaram pretender levar a leilão participações de 10% cada no bloco Área 1 daquele bacia e o grupo italiano ENI informou estar em conversações com o grupo China National Petroleum Corp pra vender parte da sua participação de 70% num outro bloco.

“Estamos interessados em ver de que forma podemos colaborar com os actuais proprietários dos blocos da bacia do Rovuma, quais são as suas necessidades e como podemos ajudá-los a transformar em dinheiro o gás natural ali existente com as tecnologias de que dispomos”, disse David Constable à agência financeira Reuters.

O grupo Sasol é o primeiro em termos mundiais a produzir combustíveis a partir do carvão mas tem estado a investir na construção de fábricas para transformar gás natural em combustíveis e químicos diversos.

David Constable revelou ainda ter sido recebido pelo Presidente de Moçambique com quem discutiu a possibilidade de o grupo que dirige e que opera no país desde 2004 ajudar a desenvolver indústria locais abastecidas de energia a partir do gás natural. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH