Grupo Anadarko Petroleum em conversações com empresas do Japão para venda de gás natural de Moçambique

13 March 2013

O grupo norte-americano Anadarko Petroleum está em conversações com clientes potenciais no Japão para a colocação de gás natural de Moçambique a ser processado numa fábrica a construir em parceria com o grupo italiano ENI, afirmou em Maputo um quadro superior do grupo.

De acordo com a agência financeira Bloomberg, Steve Hoyle, vice-presidente do grupo para a comercialização de gás natural liquefeito, adiantou que estas negociações demorarão bastante tempo, não sendo de esperar uma conclusão rápida.

Hoyle mencionou como pontos fortes do produto que virá a ser comercializado as incertezas reinantes no Japão quanto ao futuro do nuclear, na sequência do desastre de Fukushima e o facto de haver reticências no que se refere à exportação dos grandes depósitos de gás “shale” descobertos nos Estados Unidos.

A bacia do Rovuma, no norte de Moçambique, poderá contar 250 biliões de pés cúbicos de gás natural, mais do que suficiente para satisfazer o consumo mundial durante dois anos, de acordo com a estatal Empresa Nacional de Hidrocarbonetos.

“Estamos actualmente a negociar com 20 clientes em 10 países”, disse Hoyle no decurso de uma conferência internacional sobre gás natural realizada em Maputo, a capital de Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH