Grupo português Barbot inicia laboração em Moçambique

24 March 2013

Um projecto de investimento de 1 milhão de euros do grupo português Barbot, que que junta uma fábrica para a produção de tintas e a abertura de uma loja da marca em Maputo, entrou em funcionamento, disse o administrador-delegado do grupo em Angola e Moçambique.

João Carlos Barbot disse ao jornal português Diário Económico que a aposta em Moçambique é uma resposta “à evolução do mercado imobiliário e turístico”, sectores que “se encontram em franco crescimento devido ao aparecimento de fontes de energia, como o gás.”

O mercado moçambicano, adiantou, “apresenta-se como a próxima potência” dos países africanos de língua oficial portuguesa, com boas perspectivas de crescimento económico em todo o território, tendo a decisão de investir em Moçambique decorrido do êxito dos projectos do grupo em Angola.

A fábrica da Barbot iniciou a laboração e, nesta primeira fase, está prevista uma produção de 7500 toneladas de tintas e vernizes.

Segundo João Carlos Barbot, a produção está centrada na resposta ao crescimento do mercado mas, numa fase posterior, a unidade poderá fornecer “os mercados vizinhos”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH