Banco Mundial reafirma apoio ao sector privado de Moçambique

2 April 2013

O vice-presidente da Corporação Financeira Internacional (IFC, na sigla em inglês) reafirmou o empenhamento da instituição do grupo Banco Mundial em continuar a apoiar o desenvolvimento do sector privado em Moçambique, de acordo com o matutino Notícias, de Maputo.

De visita a Moçambique, Jingdong Hua analisou com as autoridades moçambicanas formas de a IFC aumentar o apoio às instituições privadas tendo por base as metas delineadas no Plano de Acção de Redução de Pobreza.

Jingdong Hua renovou a oferta da IFC em estabelecer parcerias com o governo moçambicano nas parcerias público-privadas e prestar serviços de consultoria nos sectores emergentes tais como a mineração e gás natural.

“Uma vez que Moçambique continua num percurso de estabilidade e crescimento, a IFC está empenhada em apoiar o desenvolvimento do sector privado de uma forma que crie oportunidades e prosperidade” disse.

O vice-presidente da IFC salientou que Moçambique precisa de fortalecer o mercado de capitais, atendendo a que permitem o financiamento de longo prazo em moeda local para projectos de grande dimensão em sectores estrategicamente importantes, bem como para as pequenas e médias empresas que, salientou, são factores-chave de criação de emprego e crescimento.

Em Moçambique, a IFC centra o seu apoio em sectores estratégicos tais como agricultura, energia, serviços financeiros, gás, minas e turismo tendo, desde 1986, assumido compromissos no valor de 337,1 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH