Statoil da Noruega vai iniciar furos de prospecção petrolífera em Moçambique

10 April 2013

O grupo petrolífero norueguês Statoil vai iniciar dentro de dias o programa de furos de prospecção petrolífera nos blocos marítimos Áreas 2 e 4 na bacia do Rovuma, na província de Cabo Delgado, Moçambique, de acordo com o matutino Notícias, de Maputo.

O diário adiantou que caso os primeiros resultados sejam positivos, o grupo norueguês poderá alterar o calendário com o programa de actividades que, numa primeira fase, prevê a abertura de três furos até princípios de 2014.

A subsidiária moçambicana do grupo, a Statoil and Gas Mozambique, opera nas Áreas 2 e 5 da bacia do Rovuma, nos termos de um contrato de concessão assinado com o governo de Moçambique em 2006, com uma validade de oito anos, ao abrigo do qual o grupo norueguês se propõe investir 200 milhões de dólares.

As Áreas 2 e 5 abrangem mais de oito mil quilómetros quadrados, compreendendo os distritos de Macomia, Quissanga e Ibo e pequenas secções de Metuge e do município de Pemba.

Além da Statoil, operam na bacia sedimentar do Rovuma grupos como o Petronas da Malásia, Anadarko Petroleum dos Estados Unidos da América e ENI da Itália. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH