Sector agrícola em Moçambique vai ter financiamento de 380 milhões de dólares até 2015

11 April 2013

A Nova Aliança para a Segurança Alimentar e Nutrição, uma iniciativa do grupo de países mais industrializados (G8) que inclui a União Europeia, vai aplicar 380 milhões de dólares no sector agrícola em Moçambique até 2015, disse quinta-feira em Maputo o embaixador dos Estados Unidos da América.

No final de uma reunião de dois dias iniciada quarta-feira, dia em que foi anunciada a iniciativa Nova Aliança para a Segurança Alimentar e Nutrição, que é compromisso do G8 para reduzir os níveis de pobreza no continente africano, o embaixador Douglas Griffiths disse à agência noticiosa moçambicana AIM que os Estados Unidos da América comprometeram-se em desembolsar 107 milhões de dólares.

“Os parceiros de desenvolvimento vão contribuir com 380 milhões de dólares e o sector privado com cerca de 500 milhões”, precisou o embaixador, que acrescentou pretender esta iniciativa tirar três milhões de moçambicanos da pobreza até ao ano de 2015.

A iniciativa Nova Aliança vai envolver um investimento global de 22 mil milhões de dólares no período compreendido entre 2011 e 2015, para os países que integram esta iniciativa, entre eles Moçambique, Burquina Faso, Costa do Marfim, Etiópia, Gana e Tanzânia.

A ausência de infra-estruturas adequadas, incluindo estradas, linhas de caminho-de-ferro e sistemas de armazenamento, bem como a baixa produtividade, são alguns problemas que afligem sobremaneira o sector agrícola em Moçambique.

Ao abrigo da iniciativa, que será levada à prática pelo governo e por parceiros como a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e a japonesa JICA, pretende-se garantir o acesso a tecnologia moderna, sementes, adubos e fazer com que os agricultores tenham acesso a financiamento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH