Empresa portuguesa de colchões projecta construir fábrica em Angola

15 April 2013

A Molaflex, empresa portuguesa especializada no fabrico de colchões, pretende ultrapassar a crise que se verifica nos seus principais mercados, Portugal e Espanha, com a entrada em outros países, caso de Angola, onde projecta construir uma fábrica, afirmou o director-geral da empresa.

Victor Marinheiro disse à agência noticiosa portuguesa Lusa que as vendas internacionais da Molaflex representam 60% da facturação global, mas que com “a contracção económica em Espanha”, país para onde exportam desde 2009, estão “já a reforçar as operações noutros mercados”, caso de Angola, onde está prevista a construção de uma fábrica em 2017 ou 2018.

Com 62 anos de história, a Molaflex que tem a sede e a fábrica em São João da Madeira, Aveiro, decidiu há quatro anos alterar a forma de encarar a abordagem do negócio, principalmente voltado para o mercado interno, avançando para Espanha, Angola, Cabo Verde e Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH