Britânica Ncondezi Coal assina acordo-quadro com governo de Moçambique para central eléctrica

25 April 2013

A empresa Ncondezi Coal assinou um acordo-quadro com o governo de Moçambique que irá regular o relacionamento entre as partes relativamente ao projecto de construção de uma central eléctrica abastecida a carvão mineral, informou a empresa britânica em comunicado quinta-feira divulgado em Londres.

O acordo-quadro contempla, nomeadamente, as responsabilidades tanto do governo de Moçambique como da empresa bem como o calendário de desenvolvimento do projecto a ser respeitado para que em 2017 a Ncondezi Coal possa dar início à primeira fase de duas fases para a produção de 600 megawatts de energia eléctrica.

A Ncondezi Coal dispõe agora de 364 dias para ultimar diversas questões relacionadas com o projecto, nomeadamente a venda a parceiros credíveis da produção total ou parcial bem como o transporte dessa mesma electricidade.

Um analista da empresa FoxDavies citado pela imprensa internacional disse que a Ncondezi Coal deu um passo no sentido certo, ao ter abandonado a ideia de ser um exportador de carvão para passar a ser um fornecedor doméstico de energia eléctrica.

Já este ano, o director da Ncondezi Coal, David Eshmade, disse que as obras de construção da central térmica alimentada a carvão mineral na região norte do distrito de Moatize, província de Tete, deverão iniciar-se em Março de 2015.

Em declarações ao matutino Notícias, de Maputo, Eshmade disse ainda que a central térmica será construída próximo da mina e a aproximadamente 95 quilómetros da linha de transmissão de energia eléctrica da rede nacional da Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB).

A Ncondezi Coal detém 100% das licenças 804L e 805L conhecidas como Projecto Ncondezi, no distrito de Moatize, e o empreendimento dispõe de recursos avaliados em 4,7 milhares de milhões de toneladas de carvão. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH