Cabo Verde vai ter cinco zonas de jogo em casino

1 May 2013

O governo de Cabo Verde adicionou mais duas zonas de jogo nas ilhas da Boa Vista e Maio às três inicialmente previstas nas ilhas do Sal, Santiago e São Vicente, noticiou o jornal cabo-verdiano A Semana.

O jornal adiantou que o projecto da zona de jogos da ilha de Santiago deverá ficar concluído nos próximos meses, escusando-se a Inspecção-Geral de Jogos a divulgar o nome da empresa envolvida uma vez que “as negociações entraram numa fase bastante sensível que exige confidencialidade.”

A zona de jogo de Santiago vai ser erguida no Taiti, nas imediações da Biblioteca Nacional, e ocupará uma área de 2600 metros quadrados, indo o casino fazer parte de um complexo hoteleiro e comercial que inclui um centro de negócios, espaços comerciais, hotel de cinco estrelas e um centro de conferências.

A Square Cabral, proprietária do projecto, acordou o arrendamento do terreno com o Fortim Mindelo por altura da concessão da licença de exploração de jogos de fortuna e azar, tendo sido na mesma altura que o governo criou as três zonas de jogo nas ilhas do Sal, Santiago e São Vicente.

Na semana passada, o ministro do Turismo, Indústria e Energia, Humberto Brito, assinou o primeiro contrato de concessão de jogo com a empresa Casino Royal, que deverá iniciar a actividade dentro de aproximadamente dois anos na cidade turística de Santa Maria, ilha do Sal.

Além do casino, orçado em cinco milhões de euros, a Casino Royal pretende pôr de pé um projecto de cariz turístico que tem um custo estimado de 66 milhões de euros. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH