Millennium bim alarga serviços bancários em Moçambique com banca via telemóvel

5 May 2013

O novo serviço de banco móvel pretende aumentar o acesso da população moçambicana a serviços bancários, disse sexta-feira em Maputo o presidente da comissão executiva do Millennium bim, o banco com maior quota de mercado de Moçambique.

Ao anunciar em simultâneo a entrada em funcionamento de mais 50 caixas ATM, Manuel Duarte disse ainda que o novo serviço de banco móvel Millennium IZI, disponível em “todo o tipo de telemóveis”, é uma resposta da instituição bancária à necessidade de “alargamento dos serviços bancários à população moçambicana”.

Na prática, o Millennium IZI vai permitir aos seus utilizadores o acesso à maioria dos serviços disponíveis nos 152 balcões e nas cerca de 400 caixas ATM do banco, possibilitando operações como transferências bancárias, acesso a movimentos e saldo de contas ou requisição de cheques.

Com o novo serviço, que terá um custo de utilização de cerca de um metical por minuto, o banco espera ainda reduzir o tempo de espera nas caixas ATM, que, geralmente, registam grande afluência nos períodos de pagamento de salários.

Anteriormente, o banco já havia lançado um serviço semelhante, cujo acesso obrigava à instalação prévia de uma aplicação para telemóveis de nova geração, não estando, por isso, disponível a todos os clientes da instituição financeira.

Em 2012, o Millennium bim, que tem um capital social de 4500 milhões de meticais (cerca de 150 milhões de dólares) registou 1,2 milhões de clientes, reforçando a sua posição de liderança na banca comercial moçambicana, que conta com 18 instituições.

A instituição tem como principais accionistas o banco português Millennium BCP Participações (66,69%), o Estado de Moçambique (17,12%), o Instituto Nacional de Segurança Social (4,95%), a Empresa Moçambicana de Seguros (4,15%), a Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade (1,08%), estando os restantes 6,01% nas mãos de 1618 pequenos investidores. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH