Moçambique com “crescimento notável” de 7% em 2013

7 May 2013

A economia de Moçambique registará este ano um “crescimento notável”, de cerca de 7%, apesar do efeito devastador das cheias, disse terça-feira em Maputo o vice-director-executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI).

David Lipton, que falava numa palestra na Universidade A Politécnica, no âmbito da visita que está a efectuar a Moçambique, considerou que a economia moçambicana estará à altura de “evitar o pior” provocado pelas calamidades naturais, de acordo com a imprensa moçambicana.

O vice-director executivo do FMI disse ainda que Moçambique, que em 2012 viu a sua economia crescer 7,4% estando previsto para este ano 7%, mantém o estatuto de uma das economias que mais crescem no mundo.

“Moçambique é inegavelmente um dos países africanos que melhor prestação tem obtido no plano económico e um dos que mais rapidamente crescem tendo, além disso, conseguido precaver-se da contracção da procura dos países da zona Euro, diversificando o seu comércio com economias emergentes”, disse.

Apesar dos avanços que Moçambique têm obtido, o responsável do FMI observou que o país continua um dos mais pobres do mundo, metade da sua população vive numa situação de miséria e dois terços sobrevivem da agricultura de subsistência. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH