Empresa brasileira Rio Nave mantém interesse em estaleiros navais em Portugal

8 May 2013

A empresa Rio Nave está interessada em analisar o caderno de encargos para a subconcessão dos terrenos dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), disse o presidente da empresa brasileira ao jornal português Diário Económico.

Recordando que a empresa apresentou uma das propostas vinculativas para a reprivatização dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), entretanto cancelada, Mauro Campos salientou ao diário que “as premissas que nortearam a decisão de participar no concurso de reprivatização dos ENVC continuam válidas.”

O processo de privatização da ENVC reuniu vários interessados, de entre os quais o governo português seleccionou dois para uma fase final, as empresas brasileira Rio Nave e russa RSI Trading.

Controlada pelo grupo Estai, a Rio Nave é uma empresa de construção naval do Rio de Janeiro, onde ocupa um espaço de 150 mil metros quadrados e dá emprego a 1500 pessoas.

A privatização da ENVC fez parte do programa português de privatizações acordado com a missão de acompanhamento do programa de ajuda financeira a Portugal, que teve já como resultado a venda das participações do Estado nos grupos EDP – Electricidade de Portugal e Redes Energéticas Nacionais (REN). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH