Empresa de capitais indianos faz primeira exportação de carvão de Moçambique

8 May 2013

Um navio transportando o primeiro lote de 36 mil toneladas de carvão mineral extraído pela empresa de capitais indianos JSPL Mozambique Minerais zarpou quarta-feira do porto da Beira rumo à Índia, informou o director-geral da empresa.

Manoj Gupta, director-geral da JSPL Mozambique, controlada pela Jindal Africa, por sua vez controlada pelo conglomerado indiano Jindal Steel and Power Limited (JSPL), disse que a meta traçada para este ano é atingir uma exportação de 1 milhão de toneladas de carvão, tanto de coque como térmico.

Citado pelo jornal moçambicano O País, Manoj Gupta disse que o navio regressará a Moçambique depois de proceder à descarga deste primeiro carregamento, devendo o segundo ocorrer até Junho próximo.

A JSPL Mozambique dispõe no terminal do porto da Beira de 463 mil toneladas de carvão, cujo escoamento da mina situada na zona de Chirodze, distrito de Songo, província de Tete, foi efectuado por via terrestre envolvendo uma média diária de 15 a 20 camiões, numa distância de cerca de 600 quilómetros.

Atendendo a que o transporte rodoviário é muito dispendioso, a empresa deverá começar a utilizar a linha de caminho-de-ferro do Sena com a chegada, prevista para Junho/Julho, de cinco locomotivas e 100 vagões adquiridos na Índia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH