Governo de Moçambique vai apresentar orçamento rectificativo para reparar danos causados pelas cheias

12 May 2013

O governo de Moçambique vai solicitar ao parlamento a aprovação de um orçamento rectificativo para acomodar a reparação dos danos causados pelas cheias em diversas infra-estruturas, informou o ministro das Finanças.

O ministro Manuel Chang não avançou as alterações a serem introduzidas no documento mas uma estimativa governamental indica que, dos 517 milhões de dólares de prejuízos causados pelas cheias, 353 milhões de dólares dizem respeito a infra-estruturas públicas.

“A revisão orçamental que pretendemos submeter à Assembleia da República visa acomodar as despesas que é necessário efectuar para repor as infra-estruturas que ficaram danificadas, como barragens, estradas e linhas de caminho-de-ferro, algumas das quais estão actualmente a funcionar em regime de emergência”, disse o ministro, citado pelo matutino Notícias, de Maputo

Manuel Chang frisou ainda que o governo dispõe de algum financiamento para cobrir parte do défice orçamental resultante da situação de emergência, para além de já ter solicitado apoio financeiro ao Banco Mundial para se completar o montante em falta.

Em consequência das cheias registadas nos meses de Janeiro e Fevereiro, sobretudo na zona sul do país, o Banco de Moçambique anunciou a revisão das previsões macro-económicas para este ano, com a taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) a ser reduzida de 8% para 7%.

A revisão efectuada pelo banco central tem como fundamento, entre outros aspectos, o facto de algumas exportações terem sido interrompidas, sobretudo de carvão, em resultado da danificação das linhas férreas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH