Economia de Cabo Verde deverá manter-se em contracção em 2013

23 May 2013

A actividade económica em Cabo Verde deverá manter-se em contracção contínua em 2013, ano em que a inflação média anual deverá situar-se no intervalo de 2,5% a 3,5%, informou quarta-feira na cidade da Praia o Banco de Cabo Verde.

Esta previsão é feita num contexto de ligeira contracção da actividade nos principais parceiros económicos de Cabo Verde e no pressuposto da manutenção das actuais orientações da política macro-económica do arquipélago.

No seu mais recente relatório sobre política monetária, o banco central refere que a previsão da taxa de inflação coincide com a de Novembro e decorre de um cenário marcado pela normalização da taxa do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA), pela diminuição dos preços internacionais de matérias-primas e ainda pela moderação salarial e pela redução da procura interna.

Relativamente à actividade económica, o documento esclarece que “o desempenho do sector privado nacional, condicionado em parte por condições de financiamento ainda restritivas, poderá determinar o desempenho da economia no ano corrente.”

“As pressões no rendimento das famílias (além da queda prevista das remessas dos emigrantes) e nas receitas das empresas, decorrentes da política fiscal em curso, deverão contribuir, em alguma medida, para a redução prevista do consumo das famílias e do investimento privado”, pode ler-se no documento.

O Banco de Cabo Verde previu igualmente que a balança de pagamentos deverá continuar a registar excedentes e as reservas internacionais líquidas deverão garantir cerca de quatro meses de importação. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH