Banca de Macau com exposição crescente à China

26 May 2013

A crescente exposição dos bancos de Macau à China poderá fazer com que o seu perfil de risco se deteriore, de acordo com a mais recente análise da agência de notação de risco Fitch Ratings ao sector bancário do território.

Segundo o documento divulgado, a agência prevê que a concessão de crédito registe um crescimento de 30% em 2013, depois de 26% em 2012, fundamentalmente devido ao financiamento do comércio com a China.

No final de 2012, a exposição da banca de Macau da China situava-se em 16% dos activos totais de acordo com dados oficiais, com a Fitch Ratings a afirmar que a concessão indirecta de crédito está mal representada nos cálculos.

De acordo com a análise, a exposição da banca de Macau à China, incluindo a concessão directa e indirecta de crédito, relativamente aos activos totais deverá ser semelhante à da banca de Hong Kong, que no final de 2012 se situava em 25%.

A agência de notação de risco adianta que a banca de Macau está também exposta ao risco China através da concessão de crédito ao sector do jogo, cujas receitas brutas são asseguradas na sua maior parte pelos turistas da China continental.

O Banco da China dominava no final de 2011, em termos percentuais, o sistema bancário de Macau com 43,46% em activos, 40,47% em empréstimos e 33,07% em depósitos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH