Coreia do Sul e Moçambique pretendem aprofundar relacionamento bilateral

4 June 2013

A Coreia do Sul e Moçambique pretendem aprofundar cada vez mais as relações bilaterais de cooperação económica e social, garantiram os presidentes Park Geun-Hye e Armando Guebuza no decurso de conversações oficiais realizadas em Seul.

De acordo com a agência noticiosa moçambicana AIM, as conversações decorridas no âmbito da visita oficial que o Chefe de Estado moçambicano está a efectuar à Coreia do Sul serviram para identificar áreas que abrem oportunidades para a cooperação política e diplomática.

No decurso de um almoço oficial, a Presidente coreana, Park Geun-Hye, reconheceu que Moçambique é um país com enormes potencialidades de crescimento e disse que as acções de formação que o centro Nova Villa está a desenvolver em Moçambique são “o símbolo inequívoco da cooperação que se pretende estimular entre os dois países”, uma vez que, prosseguiu, “foi através de iniciativas do género que a Coreia do Sul conseguiu acabar com a fome na década de 60 do sécio XX.”

Armando Guebuza disse as diferenças no nível de desenvolvimento em que os dois países se encontram devem funcionar como complemento para o aprofundamento da cooperação, tendo em atenção que a condição para se acabar com a pobreza em Moçambique passa necessariamente pela formação de recursos humanos.

Terça-feira, o Chefe do Estado moçambicano recebeu em audiência Kim Yung-Mok, presidente da Agência Coreana de Cooperação Internacional (Koica) e o presidente do Banco de Exportações e Importações (ExIm) da Coreia do Sul, Kim Yong-Whan. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH