Mais de 90% das empresas de Cabo Verde com resultados em quebra em 2012

16 June 2013

Cerca de 92% das empresas de Cabo Verde que entregaram os respectivos Relatórios e Contas relativos a 2012 até 31 de Maio passado apresentaram resultados líquidos menores do que no exercício de 2011, revelou a Portuguese News Network (PNN), que cita uma fonte da Direcção Geral de Contribuição e Impostos (DGCI).

A fonte adiantou ser esta a primeira vez que tal acontece desde 2001 e admitiu que o cenário “possa ser ainda pior quando todas as empresas entregarem os respectivos Relatórios e Contas, nomeadamente as do Estado que geralmente os apresentam depois do prazo.”

A PNN cita o caso do segundo maior banco do país, a Caixa Económica de Cabo Verde, que registou uma redução de mais de 300 mil contos nos lucros, que caíram de 432 mil contos em 2011 para 118 mil contos no ano passado.

Esta informação, “reveladora da difícil situação financeira e económica do país”, surgiu na semana em que o Banco de Cabo Verde determinou aos bancos comerciais o reforço dos fundos próprios, suspendendo o pagamento de dividendos aos accionistas.

Numa nota enviada às instituições financeiras, o banco central do arquipélago afirmava que as instituições financeiras estavam numa situação complicada, dado terem apresentado vulnerabilidade nos testes de “stress” e registarem um elevado incumprimento do crédito.

O crédito malparado, que revela a falta de capacidade de pagamento dos particulares e das empresas, é o principal causador dessa situação e, de acordo o boletim estatístico de Março do BCV, excedia 18% do crédito concedido. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH