Sucursal do Banco Comercial Português visa ser uma plataforma entre a China e os países de língua portuguesa

20 June 2013

A sucursal do Banco Comercial Português em Macau visa ser uma plataforma para a promoção de negócios entre os empresários da China e os países de língua portuguesa, afirmou quinta-feira em Macau o presidente do grupo BCP.

Ao inaugurar as novas instalações da sucursal do banco em Macau, Nuno Amado disse que a inauguração insere-se na estratégia anunciada em Setembro de 2010, “quando foi inaugurada a sucursal”, de eleger o território de Macau como uma “plataforma por excelência” de negócios entre a China e os países de língua portuguesa.

A presença em Macau permite, além da aproximação com a própria China, uma maior ligação entre os empresários chineses e países como o Brasil, Moçambique e Angola, estes últimos para onde a China tem vindo a expandir-se e a reforçar a sua presença no decurso dos últimos anos.

Nuno Amado justificou a abertura das novas instalações em Macau com o maior volume de negócios que a sucursal tem estado a registar.

A sucursal de Macau do BCP obteve em 2012 um lucro de 177,8 milhões de patacas em 2012, tendo uma carteira de depósitos de 12 135 milhões de patacas e concedido empréstimos no montante de 10 648 milhões de patacas.

A sucursal de Macau contava, no final de 2012, com cerca de 5000 clientes, o que compara com os 2000 que registava um ano antes, segundo dados divulgados pela instituição. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH