Economist prevê que Macau cresça a uma média de 11,75% em 2013 e 2014

24 June 2013

Macau deverá registar um crescimento económico médio de 11,75% no biénio 2013/2014, de acordo com o mais recente relatório da Economist Intelligence Unit (EIU), que prevê para 2013 um crescimento de 10%, uma décima de ponto mais do que em 2012.

De acordo com o relatório produzido em Junho, a formação bruta de capital fixo ou investimento reduzir-se-á em quase dois pontos percentuais para 17,3% este ano, depois de uma taxa de 19,1% em 2012, para voltar a cair para 10% em 2014.

No decurso do biénio analisado, a taxa de inflação deverá este ano baixar para 5,7%, depois de em 2012 se ter situado em 6,1%, para retomar a tendência de subida em 2014, ano em que se deverá situar em 6,2%.

A previsão de crescimento económico da EIU baseia-se no facto de os jogadores da China continental continuarem a visitar Macau para tentarem a sua sorte nos casinos do território associado ao continuado investimento em novos hotéis/casinos, principalmente na zona do Cotai (aterro entre as ilhas de Coloane e da Taipa), onde as gruas e demais equipamento de construção não param.

O relatório salienta que o Galaxy Entertainment Group de Hong Kong anunciou ir aumentar em 22,5% o orçamento previsto para a construção da expansão do Galaxy Macau para 19,6 mil milhões de dólares de Hong Kong (2,5 mil milhões de dólares).

Embora exista o risco potencial de que o fluxo de visitantes da China continental possa vir a desacelerar em 2013/14, o documento antecipa que o número de visitantes e o montante de dinheiro a ser deixado nas mesas dos casinos deverá continuar em expansão no decurso dos dois próximos anos, devido ao crescimento dos salários do outro lado da fronteira. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH