Grupo anglo-australiano Rio Tinto pondera venda total ou parcial das suas operações em Moçambique

25 June 2013

A Rio Tinto pondera a venda total ou parcial das suas operações na mina de Benga, em Moçambique e está à procura de um consultor financeiro para apoiar o processo, noticiou terça-feira o The Wall Street Journal.

Citando fontes não identificadas “familiarizadas com o assunto”, o jornal norte-americano escreve que a empresa já lançou o “concurso entre vários bancos de investimento”, tentando encontrar uma solução para a “conturbada unidade de carvão”, localizada na província de Tete, no centro de Moçambique.

“A Rio Tinto está a tentar reforçar o seu balanço através da alienação de um conjunto de actividades não essenciais e activos de baixo desempenho”, lê-se na notícia, cujo lançamento acabou por coincidir com o anúncio da empresa de suspensão das exportações de carvão, em Moçambique, devido a problemas de segurança.

Em 2012, a RTCM apresentou prejuízos superiores a três mil milhões de dólares, devido a dificuldades de escoamento de carvão e à revisão em baixa das reservas deste minério na mina de Benga, que a empresa adquiriu, em 2011, à australiana Riversdale Mining Ltd, por 3,7 mil milhões de dólares.

Agora, e segundo o “The Wall Street Journal”, a multinacional poderá conseguir 700 milhões de dólares, se optar pela venda de toda a unidade, ou, na alternativa da alienação parcial, procurar um parceiro “que compartilhe as grandes” despesas do projecto. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH