Grupo anglo-australiano Rio Tinto suspende exportação de carvão de Moçambique

26 June 2013

O grupo anglo-australiano Rio Tinto suspendeu o envio de carvão mineral extraído em Tete, centro de Moçambique, devido à instabilidade reinante naquela região do país, informou em comunicado a subsidiária moçambicana do grupo.

Hélder Ossemane, porta-voz da empresa, citado pela agência Reuters, disse ter a administração decidido suspender o escoamento de carvão através da linha de caminho-de-ferro do Sena rumo ao porto da Beira “para se proceder a uma avaliação da actual situação em Moçambique.”

No entanto, Ossemane assegurou que as operações de extracção de carvão prosseguem na mina em Benga, perto da cidade de Tete.

O grupo brasileiro Vale, por seu turno, que está a investir milhares de milhões de dólares na construção de uma rede logística ligando Moatize a Nacala, informou em comunicado continuar a escoar carvão através da linha do Sena tendo sido decidido apenas reforçar a segurança.

Desde que, na semana passada, o partido da oposição Renamo ameaçou bloquear a circulação no centro do país ocorreram ataques a camiões e autocarros que criaram insegurança e instabilidade.

Há dias, algumas carruagens de uma composição que circulava na linha do Sena descarrilaram mas a estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique desvalorizou o caso e disse que a circulação não chegou a ser interrompida. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH