Governo de Moçambique sem recursos para asfaltar rede de estradas

27 June 2013

O governo de Moçambique despendeu mais de 17 mil milhões de meticais (570 milhões de dólares) em 2012 na reparação e asfaltagem de estradas mas a extensão das estradas asfaltadas “deixa ainda muito a desejar”, disse o ministro das Obras Públicas e Habitação, Cadmiel Muthemba.

Citado pelo jornal moçambicano O País, Muthemba disse ainda que apenas 20% das estradas classificadas dispõem de uma camada de asfalto de um total de 30 mil quilómetros de extensão em estradas existentes em Moçambique.

Em média, são reparados e asfaltados cerca de 400 quilómetros de estradas por ano.

Em 2009, o antigo presidente do Fundo de Estradas, Francisco Pereira, actual vice-ministro das Obras Públicas e Habitação, disse em entrevista ao jornal que não se pode asfaltar uma estrada só pelo facto dela estar classificada, porque “até países desenvolvidos têm estradas de terra.”

Aquele responsável adiantou que o importante é garantir que as pessoas possa movimentar-se, o que pode conseguido através de estradas de terra e salientou não se poder fazer “tudo rapidamente” porque o custo de asfaltagem de um quilómetro de estrada era “muito elevado”, situando-se entre 700 mil e um milhão de dólares.

O ministro das Obras Públicas e Habitação anunciou há dias que as cheias registadas no início do ano danificaram cerca de quatro mil quilómetros de estradas, o correspondente a 13% dos cerca de 30 mil quilómetros da rede de estradas, além de 30 pontes e 62 aquedutos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH